Divisões da Lei I - Conhece a diferença entre Mandado, Preceito, Estatuto, Leis e Ordenanças?

Código VC5-E200-P

VIEW:141 DATA:2020-03-20

Muitas pessoas questionam as divisões da lei e a sua continuação. Para tal devemos entender que enquanto as leis sejam normas algumas destas normas são específicas e outras gerais.

Como podemos entender isso? Simples, é só observarmos seu sistema prático e o seu sistema holístico. Por exemplo a lei a Adão era "da árvore do conhecimento do bem e do mal, dessa não comerás;"1, a pergunta é essa lei é geral? Sim e Não, ora não existe atualmente a árvore do bem e do mal, então como podemos violar essa lei? Ora, mas no sistema geral temos que desobedecer a Deus é a quebra da lei, como ocorreu com Adão, de fato a lei só deixa de existir pela impossibilidade de violar, mas o ato de violar é a lei. Assim, a desobediência é o que se chamam de Lei Moral. Novamente deve se deixar claro que para Deus é certo ou errado. O ato de dividir em lei moral é um conceito para facilitar a compreensão do que se está falando.

Agora, podemos ver a divisão das leis antes de Moisés, entre eles temos, Deus falado de Abraão e disse "Abraão obedeceu à minha voz, e guardou o meu mandado, os meus preceitos, os meus estatutos e as minhas leis"2, por que tais coisas são importantes, ora, é claramente que as leis existem antes de Moisés, ora ao falar de leis, elas existem, de fato muitos constroem a ideia que não exista lei antes de Moisés ou proíbam que estas leis sejam detectadas. Ou seja, se disser que existe leis antes de Moisés automaticamente  por fator de credos, algumas pessoas com certas religiões proíbem sua existência.

Podemos ver que entre eles temos "guardou o meu mandado, os meus preceitos, os meus estatutos e as minhas leis"2, portanto temos neste verso as seguintes separações.

  • Mandado
  • Preceito
  • Estatuto
  • Leis

Veja que um indivíduo que definir que não exista divisões entre as normas que Deus dá está completamente contra as Escrituras. De fato normalmente pessoas que são contrárias a vigência de leis, tentam não estudar, ou tentar fugir de uma análise profunda visto tais coisas irem contra os seus valores de prazer. Isso ocorre segundo o texto, "tendo grande desejo de ouvir coisas agradáveis, ajuntarão para si mestres segundo os seus próprios desejos"3, de fato tais pessoas não tem uma conversa criteriosa tentando apenas desvirtuar um estudo sem a análise pormenorizada da conclusão que foi exposta. E assim, não desejando analisar algo que pode ir contra o que deseja, então tais pessoas determinam o que determina a continuação do texto, "não só desviarão os ouvidos da verdade, mas se voltarão às fábulas"3, ou seja além de desviar o ouvido, o indivíduo tenderá a contar algo sem sentido de análise do texto, como colocar um sistema de piada ou uma imagem de chacota, ou seja uma fábula, ou seja um "?????? (muthos)".

Ora, extraindo tais indivíduos citados, um indivíduo consciente entenderá que as determinações de Deus são normas, e tais normas são separadas. Em primeiro podemos analisar que o conceito primordial é "obedeceu à minha voz"2, ou seja o princípio da obediência se traspassa em todos eles. A questão é que muitos que se determinam justificados pela fé anulam o fundamento da obediência, ora a norma básica quer perpassa tudo e é anterior ao homem é a obediência, tal está fundamentado no universo e em todas as coisas que não vinculem a destruição. Dessa forma em hipótese alguma a justificação anularia a obediência. Sabendo que a obediência é uma regra básica para convívio divino, temos.

Mandado

(??????????) - Quando fundamentamos o termo mandado no hebraico é definido por limites, ou seja o mandado é um sistema em que o homem está vinculado a se apresentar de uma forma ou de um caráter. O termo mandado pode ser descrito no novo testamento pelo termo prisioneiro "Paulo, prisioneiro de Cristo Jesus"4, assim define a busca de aparentar-se como o caráter de Deus.

Preceito

(???????) - O termo aqui delimitado por preceito nada mais é que o mandamento, ou seja uma norma que se deva fazer, tal não é necessariamente um sistema de caráter, e sim um efeito de obediência, ele gerenciar uma ação de costume, visando um sistema moral não declarado. Neste ponto não se fundamenta um sistema moral direto e sim uma ação de causa.

Estatuto

(??????) -  Aqui são todas as normas que são totalmente litúrgicas, regras cerimoniais, por exemplo o modo de matar um cordeiro é um estatuto. Ou seja, os sistemas para um ritual está definido nos estatutos.

Leis

(????) - Aqui definido a lei, é como o descrito de um alvo, ou seja um objetivo a chegar e que de fato é mais amplo do que se observa. Tal seria um caminho, a lei descrita é algo que se pretende fazer mas nunca se sabe realmente se acertou completamente. Quando se diz Amar a Deus sobre todas as coisas tal é uma lei, no sentido descrito. Não se é possível ter certeza que não se ama algo mais que Deus, mas se sabe que esta é a direção. Assim como um treino para acertar um alvo, a lei é este alvo, que a prática gerencia a melhora. Assim, o objetivo de ler a lei é saber a direção a seguir e se santificar, ou seja treinar para se tornar mais experiente em obedecer, mas no sentido em que seja algo natural.

Sabendo portanto de tais separações podemos observar e entender o que se diz no texto "lei dos mandamentos contidos em ordenanças"5, que tal é um grupo da lei dos mandamentos. Mas para tal devemos observar as peculiaridades, pois em um o texto é hebraico e no outro o texto é grego.

Lei

(??????) - Aqui lei é colocado como ordem geral, ou seja toda a lei, assim observa-se como tudo que foi escrito como regra.

Mandamentos

(????????) - É definido como o que se é dado, ou seja as partes que foram dadas para serem colocadas na lei. Venho a destacar que o grande problema de diversos sistemas religiosos está em não compreender as palavras advindas do grego e as palavras advindas do hebraico. Misturar uma coisa com a outra envolve confusão, mas se saber corretamente o significado em cada língua se pode entender corretamente.

Ordenanças

(??????) - Aqui descrito é leis civis, ou cerimoniais que envolvem a organização de um sistema.

Ora o que temos então, que dentro da lei, existe regras cerimoniais e civis, e estas foram derrubadas, pois era necessário não existir um grupo específico e sim que todos pudessem ser considerados iguais e descendentes das promessas.

Ora mas então vejamos o texto  

Deu_6:5 Amarás, pois, ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todas as tuas forças.
Ora tal texto esta no livro de Deuteronômios, ou seja é um texto da lei, no termo grego, mas tal texto é uma ordenança (??????)? Não ele não é uma ordenança, ele é um lei no sistema hebraico (????), ou seja um objetivo. Dessa forma tal lei e outras de semelhante tipo, não são anuladas. E muita das vezes se declaram como Leis morais. Mas tal é o sentido de lei hebraica (????).

Seria errado falar Lei Moral? Sim e não, para quem entende o significado de lei no hebraico, e lei no grego, e separar os termos, a pessoas saberia a diferença em falar uma lei ou falar sobre outra. Mas como atualmente a maioria das pessoas não lêem a Bíblia com base nas peculiaridades do hebraico e grego, a melhor forma de escrever é Lei Moral. Por isso separa-se a lei em Lei Moral, Lei Cerimonial, Leis de Saúde, Lei Civil.

De fato uma boa análise do Livro de Moisés e se pode extrair as leis que não estejam vinculados a separação de um povo, e utilizar leis gerais que são aplicados a todos os homens. Um deles que podemos notar é "O sábado foi feito por causa do homem"7, ora de fato temos normas generalizadas para o homem e que sai das regras civis, podemos ver tais fatores com o texto, "Abençoou Deus o sétimo dia, e o santificou; porque nele descansou"8, ora o que temos é que o a santificação do sábado não existiu por um sistema civil, isso determina que tal santificação é uma norma de obediência, vinculado a uma Lei moral, no que tange que o repouso esta demarcado para a ampliação da maior permanecia com as ações divinas, deixando as ações empresariais. Sua base esta no conceito da santificação, de fato um dia dedicado a ações divinas separadas de obras de negócio ou ações comuns, gerencia um ponto acima do normal no convívio com Deus, pois tal dia se busca ignorar qualquer ação que atrapalhe essa conexão com Deus. Quando lemos "a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor"9, ora um dia em que 24 horas são colocados para santificação, é um conceito educativo como Jesus disse "O sábado foi feito por causa do homem"7, ora é necessário entender que a santificação já é quebrado quando uma norma é descrita como o dia que deve ocorrer e o homem decide outro dia. Ora o primeiro ponto é a desobediência, o segundo é que não ocorre a santificação, pois o dia foi uma decisão sua e não um sistema de humildade em que a verdade esteja com Deus. De fato uma pessoa que escolhe um dia para fazer, esta apto a fazer do sábado o que ele deseja e não o que Deus deseja.

Assim é possível analisar as diferenças da lei e quais permanecem, não sendo leis de organização civil, ou sistemas cerimoniais levítico. Quando uma lei é colocado como algo para o homem tal é um conceito moral, sabendo que na bíblia tal é colocada como lei, que não é lei dos mandamentos contidos em ordenanças. Ou seja uma lei moral é uma lei dos mandamentos não contidos em ordenanças.

 

 

Referências

  1. Gen_2:17 mas da árvore do conhecimento do bem e do mal, dessa não comerás; porque no dia em que dela comeres, certamente morrerás.
  2. Gen 26:5 porquanto Abraão obedeceu à minha voz, e guardou o meu mandado, os meus preceitos, os meus estatutos e as minhas leis.
  3. 2Ti 4:3 Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo grande desejo de ouvir coisas agradáveis, ajuntarão para si mestres segundo os seus próprios desejos,
    2Ti 4:4 e não só desviarão os ouvidos da verdade, mas se voltarão às fábulas.
  4. Phm_1:1 Paulo, prisioneiro de Cristo Jesus, e o irmão Timóteo, ao amado Filemom, nosso companheiro de trabalho,
  5. Eph 2:14 Porque ele é a nossa paz, o qual de ambos os povos fez um; e, derrubando a parede de separação que estava no meio, na sua carne desfez a inimizade,
    Eph 2:15 isto é, a lei dos mandamentos contidos em ordenanças, para criar, em si mesmo, dos dois um novo homem, assim fazendo a paz,
    Eph 2:16 e pela cruz reconciliar ambos com Deus em um só corpo, tendo por ela matado a inimizade;
  6. Deu_6:5 Amarás, pois, ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todas as tuas forças.
  7. Mar_2:27 E prosseguiu: O sábado foi feito por causa do homem, e não o homem por causa do sábado.
  8. Gen 2:3 Abençoou Deus o sétimo dia, e o santificou; porque nele descansou de toda a sua obra que criara e fizera.
  9. Heb_12:14 Segui a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor,






     

Reformadoresdasaude.com os@reformadoresdasaude.com




Norway

FACEBOOK

Participe de nossa rede facebook.com/osreformadoresdasaude

Novidades, e respostas das perguntas de nossos colaboradores

Comments   2

BUSCADAVERDADE

Visite o nosso canal youtube.com/buscadaverdade e se INSCREVA agora mesmo! Lá temos uma diversidade de temas interessantes sobre: Saúde, Receitas Saudáveis, Benefícios dos Alimentos, Benefícios das Vitaminas e Sais Minerais... Dê uma olhadinha, você vai gostar! E não se esqueça, dê o seu like e se INSCREVA! Clique abaixo e vá direto ao canal!


Saiba Mais

  • Image Nutrição
    Vegetarianismo e a Vitamina B12
  • Image Receita
    Como preparar a Proteína Vegetal Texturizada
  • Image Arqueologia
    Livro de Enoque é um livro profético?
  • Image Profecia
    O que ocorrerá no Armagedom?

Tags

tag