PROFECIA DOS ANIMAIS

Código VC12-E25-P

VIEW:234 DATA:2020-03-20

Although Enoch says here that it was a dream this is a long and detailed prophecy. The Watchers may have told him to say it was a dream. He has written it in his own words, his style is easily recognizable, particularly where the story is complicated.

Most of the contents of prophecy are now history and are recognizable as bible stories but the end stretches off into the future. There are no names or dates; different animals represent different nations or nationalities. The next chapter, The Ten Weeks, covers the same story but from a different viewpoint.

We start at 85.3 with Adam and Eve, and Cain and Abel. Cain and his descendants are at 85.5.

At 85.8 Seth is born to Eve. Next (85.9-10) there is Enoch's family line described in Genesis chapter 5.

The star at 86.1 is the first of the Watchers to appear. They are represented in this story by stars rather than as animals - another indication that they were the real authors or, at least, the editors of this chapter. This first one is the fall of Satan, perhaps a senior member of the Watchers, we don’t seem to have any reliable information on this story, the information here is that Satan caused people to be dissatisfied, they moved around and changed their wives.

The period covered by Enoch's book starts at 86.3 and continues through to 88.3. Here the runaways are described as fallen stars. This is also described at the start of chapter 6 in Genesis - Sons of God (Godlings in Hebrew) desired the daughters of men. These unions gave rise to giants (Nephilim - meaning “to fall”, as in ‘swoop down’).

At 87.2-3 Enoch describes how beings from heaven, and he actually says they looked like white men, raised him to their tower. 88.1-3 seems to describe serious warfare using advanced weapons. It is possible that this war and the events surrounding it are described in the Mahabharata an ancient Hindu text where the gods fight a war with many advanced weapons, nuclear missiles included, judging from the detailed descriptions in the text.

The story of Noah (possibly 17,000 BC) starts at 89.1 and continues through to 89.9. The flood starts at 89.2. Noah's three sons, Shem, Ham and Japheth, give rise to

all the animals (nations) at 89.10.

The white bull at the end of 89.10 is Abraham (possibly 2166 - 1991 BC). At 89.11 there is Abraham’s son Ishmael (2080 BC) the wild ass, and Isaac (2066 BC) the white bull.

Isaac has a wild boar, Esau, and a white sheep that is Jacob (2006 BC). At the end of 89.12 Jacob has twelve sons - the patriarchs of the 12 tribes.

At 89.13 Joseph is sold to the Ishmaelites or Midianites (asses) and then (1898 BC) to the Egyptians (wolves), see also Genesis 37.25 and 39.1.

Genesis 42 onwards is described at 89.14, the time in Egypt. At 89.15, we get to events covered in the book of Exodus.

There is a long section describing the life of Moses (1526 - 1406 BC), at 89.16 -38; which is probably the reason why Moses believed that Enoch walked with God, (as stated in Genesis 5.22).

89.18 introduces Aaron and the parting of the Red Sea is described by the text at 89.24-25.

Crossing the river Jordan (1406 BC), 89.39, is chapter 3 in the book of Joshua. Also in this verse the Judges get a brief mention.

The ram at 89.41 is probably Samuel, followed by Saul, 89.42, (chapter 22 of 1Samuel in the bible), and these are followed by David (1010 - 970 BC) at 89.45.

The dogs are the Philistines.

The time of Solomon (970 - 930 BC) is at 89.48 and the building of the Temple at 89.50 (the tower).

The period after Solomon starts at 89.51 with the deaths of prophets. The one saved, 89.52, is Elijah.

At 89.56, "he left that house of theirs" probably refers to the time of King Manasseh when the Levites took the Ark of the Covenant and left Israel (around 670 BC). They also took Enoch's book, and eventually settled in Ethiopia. The lions in this part are the Assyrians.

Há uma mudança de cena em 89.59, o que provavelmente coincide com as reformas religiosas sob Josias (620 aC), ver capítulo 34 de 2 Crônicas. Então há os 70 pastores; estes são vários líderes religiosos em Jerusalém desde aquela época.

Em 89.66 há a destruição do Templo em Jerusalém pelos babilônios (587 aC).

O retorno após o exílio (538 aC) é de 89,72. Os três que retornam são Esdras,

Ageu e Zacarias, que todos têm livros na Bíblia.

O segundo período do templo, está em 89.73, isto é descrito em Malaquias (450-400 aC), seu livro é o último livro do Antigo Testamento.

As águias aparecem pela primeira vez na história em 90.2 são os romanos.

Cinqüenta e oito dos pastores cumpriram seu tempo no versículo 90.5.

Os pequenos cordeiros com olhos abertos (90,6) podem ser os essênios.

Em 90.8 há a morte de João Batista - pelos corvos.

Jesus é a "ovelha com o grande chifre" em 90.9-16. Curiosamente, não diz especificamente que ele é morto, apenas que seu ministério é interrompido por uma conspiração.

Em 90.17, os últimos doze pastores têm seu próprio livro. Esta deve ser a era cristã.

A profecia então vai para o futuro. Às 90:18, Deus atinge a terra com raiva. Este é o "segundo fim" na próxima seção. Não há eventos reconhecíveis depois disso, a história vai longe no futuro e só o tempo revelará seu significado.

18) PROFECIA DOS ANIMAIS

85.1 E depois disso, vi outro sonho e mostrarei tudo a você, meu filho.

85.2 E Enoque levantou a voz e disse a seu filho Metusalém: “A ti falo, meu filho. Ouça minhas palavras e incline seus ouvidos para a visão dos sonhos de seu pai.

85.3 Antes de tomar sua mãe, Edna, vi uma visão em minha cama: - e eis que um touro veio da terra, e esse touro era branco.

E, depois disso, uma novilha saiu, e com a novilha vieram dois bois, e um deles era preto e o outro vermelho.

85.4 E aquele boi preto atingiu o vermelho, e o perseguiu pela terra, e daí em diante eu não pude ver aquele boi vermelho.

85.5 Mas aquele novilho preto cresceu, e uma novilha foi com ele; e vi que muitos touros saíam dele, que eram assim, e seguiam atrás dele.

85.6 E aquela vaca, aquela primeira, veio da presença daquele primeiro touro, buscando aquele boi vermelho, mas não o achou. E então gemeu amargamente e continuou a procurá-lo.

85.7 E olhei até que o primeiro touro veio e acalmou, e a partir daquele momento ele não gritou.

85.8 E depois disso, ela deu outro touro branco, e depois disso ela deu muitos touros e vacas negras.

85.9 E vi, em meu sono, aquele touro branco, como também cresceu e se tornou um grande touro branco. E daí vieram muitos touros brancos, e eles eram assim.

85.10 E eles começaram a gerar muitos touros brancos que eram como eles - um após o outro.

86.1 E olhei novamente com os olhos enquanto dormia, e vi o céu em cima, e eis que uma estrela caiu do céu, e levantou-se e comeu e pastou entre aqueles touros.

86.2 E, depois disso, vi os touros grandes e negros, e eis que todos eles mudaram os seus currais e as suas pastagens e as suas novilhas. E eles começaram a gemer, um após o outro.

86.3 E, novamente, eu vi na visão e olhei para o Céu, e eis que vi muitas estrelas, como elas desceram e foram lançadas do Céu para aquela primeira estrela, e caíram entre aquelas novilhas e touros. Eles estavam com eles pastando entre eles.

86.4 E eu olhei para eles e vi, e eis que todos eles deixaram suas partes íntimas, como cavalos, e começaram a montar as vacas dos touros. E todos ficaram grávidos e deram elefantes, camelos e jumentos.

86.5 E todos os touros ficaram com medo deles e ficaram aterrorizados diante deles. E começaram a morder com os dentes e a devorar-se, e a ferver com os seus chifres.

86.6 E então eles começaram a devorar aqueles touros, e eis que todos os filhos da Terra começaram a tremer e tremer diante deles e a fugir.

87.1 E novamente eu os vi, como eles começaram a engordar uns aos outros e a devorar uns aos outros, e a Terra começou a clamar.

87.2 E levantei meus olhos novamente para o Céu e vi na visão, e eis que vieram do Céu seres que eram como homens brancos. E quatro vieram daquele lugar e outros três com eles.

87.3 E aqueles três, que vieram por último, seguraram-me por minha mão e me levantaram das gerações da Terra, e me levaram para um lugar alto, e me mostraram uma torre bem acima da terra, e todas as colinas eram mais baixos.

87.4 E um deles me disse: “Permanece aqui até que vejas tudo o que vem sobre esses elefantes, e camelos e jumentos, e sobre as estrelas e sobre todos os touros.”

88.1 E eu vi um daqueles quatro que saíram primeiro, como ele pegou

daquela primeira estrela, que havia caído do céu, e a amarrou por suas mãos e pés, e lançou-a em um abismo. E aquele abismo era estreito e profundo, horrível e escuro.

88.2 E um deles sacou a espada e deu-a àqueles elefantes, camelos e jumentos; e eles começaram a atacar um ao outro, e toda a Terra tremeu por causa deles.

88.3 E quando olhei na visão, eis que um dos quatro que haviam saído lançou uma linha do céu e reuniu-se e tomou todas as grandes estrelas; aqueles cujas partes íntimas eram como as partes íntimas dos cavalos, e amarraram todos eles por suas mãos e pés, e os lançaram em um abismo da Terra.

89.1 E um desses quatro, foi para um touro branco, e lhe ensinou um mistério, tremendo como ele era. Nasceu um novilho, mas tornou-se homem, e construiu para si um grande vaso, e habitou nele, e três touros foram com ele naquele vaso, e eles foram cobertos.

89.2 E, novamente, levantei meus olhos para o céu e vi um telhado alto com sete canais de água, e esses canais descarregavam muita água em um recinto.

89.3 E olhei de novo, e eis que nascentes se abriram no chão daquele grande cercado, e a água começou a borbulhar e a subir acima do chão. E olhei para o cercado até que todo o chão estivesse coberto de água.

89.4 E a água, as trevas e a neblina aumentaram, e eu olhei para a altura daquela água, e aquela água tinha subido acima daquele cercado e estava jorrando sobre o cercado, e permaneceu na terra.

89.5 E todos os touros daquele cercado foram reunidos, até que eu vi como eles afundaram, e foram engolidos, e destruídos, naquela água.

89.6 E aquele vaso flutuava na água, mas todos os touros, elefantes, camelos e jumentos afundaram no fundo, junto com todos os animais, de modo que eu não podia vê-los. E eles foram incapazes de sair, mas foram destruídos e afundaram nas profundezas.

89.7 E, novamente, eu olhei para aquela visão até que aqueles canais de água foram removidos daquele teto alto, e os abismos da Terra foram nivelados, e outros abismos foram abertos.

89.8 E a água começou a correr para dentro deles, até que a terra tornou-se visível, e aquela embarcação pousou na terra e as trevas partiram, e a luz apareceu.

89.9 E aquele touro branco, que se tornou homem, saiu daquele vaso, e os três touros com ele. E um dos três touros era branco, como aquele touro, e um deles era vermelho como sangue, e um era preto. E aquele touro branco passou deles.

89.10 E eles começaram a gerar animais selvagens e pássaros, de modo que se levantaram deles todo tipo de espécie: leões, tigres, lobos, cachorros, hienas, javalis selvagens, raposas, texugos, porcos, falcões, abutres, pipas, águias, e corvos. Mas entre eles nasceu um touro branco.

89.11 E começaram a morder um ao outro, mas aquele novilho branco, que nasceu entre eles, gerou um jumento selvagem e um touro branco com ele, e os jumentos selvagens aumentaram.

89.12 Mas aquele touro, que nasceu dele, gerou um javali preto e uma ovelha branca, e aquele javali gerou muitos javalis e aquela ovelha gerou doze ovelhas.

89.13 E quando essas doze ovelhas cresceram, entregaram um dos seus exemplares às jumentas, e estas, por sua vez, entregaram as ovelhas aos lobos; e que ovelhas cresceram entre os lobos.

89.14 E o Senhor trouxe as onze ovelhas para habitar com ela, e para pastar entre os lobos, e eles aumentaram e se tornaram muitos rebanhos de ovelhas.

89.15 E os lobos começaram a amedrontá-los, e os oprimiram até acabarem com seus filhotes; depois jogaram os filhotes no rio com muita água; mas aquelas ovelhas começaram a clamar por causa de seus filhotes e a queixar-se a seu Senhor.

89.16 Mas uma ovelha, que havia sido salva dos lobos, fugiu e escapou para as jumentas selvagens. E vi as ovelhas gemendo e clamando, e pedindo ao Senhor com todo o seu poder, até que o Senhor das ovelhas desceu ao chamado das ovelhas, de um alto quarto, e veio até eles, e olhou para eles.

89.17 E chamou as ovelhas que tinham fugido dos lobos e lhe falaram acerca dos lobos, para que os avisassem que não tocassem as ovelhas.

89.18 E as ovelhas foram para os lobos, de acordo com a Palavra do Senhor, e outra ovelha encontrou as ovelhas e foi com ela. E os dois juntos, entraram na assembléia daqueles lobos, falaram com eles e os advertiram que a partir de então, eles não tocariam naquelas ovelhas.

89.19 E depois disso, vi os lobos, como agiam ainda mais severamente com as ovelhas, com todo o seu poder, e as ovelhas clamavam.

89.20 E o seu Senhor veio às ovelhas e começou a bater naqueles lobos; e os lobos começaram a gemer, mas as ovelhas ficaram em silêncio e daí em diante não gritaram.

89.21 E olhei para as ovelhas até que elas escaparam dos lobos; mas os olhos dos lobos estavam cegos e os lobos saíram em busca das ovelhas com todas as suas forças.

89.22 E o Senhor das ovelhas foi com eles, como ele os guiou, e todas as suas ovelhas o seguiram; e seu rosto era glorioso e sua aparência terrível e magnífica.

89.23 Mas os lobos começaram a perseguir aquelas ovelhas até que as encontraram por um trecho de água.

89.24 E aquela faixa de água foi dividida, e a água ficou de um lado, e do outro, diante deles. E o seu Senhor, como ele os guiou, ficou entre eles e os lobos.

89.25 E enquanto aqueles lobos ainda não tinham visto as ovelhas, eles foram para o meio daquela extensão de água; mas os lobos perseguiram as ovelhas e os lobos correram atrás deles naquela extensão de água.

89.26 Vendo, porém, o Senhor das ovelhas, voltaram-se para fugir diante dele; mas aquele trecho de água voltou a fluir, e de repente retomou sua forma natural, e a água inchou e subiu até cobrir aqueles lobos.

89.27 E olhei até que todos os lobos que perseguiram aquelas ovelhas foram destruídos e se afogaram.

89.28 As ovelhas, porém, escaparam daquela água e foram para o deserto, onde não havia nem água nem erva. E começaram a abrir os olhos e a ver, e vi o Senhor das ovelhas pastando-as e dando-lhes água e erva, e aquelas ovelhas indo e guiando-as.

89.29 E aquelas ovelhas subiram ao cume de uma alta rocha e o Senhor das ovelhas mandou-as para eles.

89.30 E depois disso vi o Senhor das ovelhas diante deles, e sua aparência era terrível e majestosa, e todas aquelas ovelhas o viram e tiveram medo dele.

89.31 E todos eles ficaram com medo e tremeram diante dele; e clamaram àquelas ovelhas, àquelas que estavam no meio delas: “Não podemos ficar diante de nosso Senhor, nem olhar para ele”.

89.32 E aquela ovelha que os guiava subiu novamente ao cume daquela rocha; e as ovelhas começaram a ficar cegas e a desviar-se do caminho que lhes fora mostrado, mas aquela ovelha não sabia.

89.33 E o Senhor das ovelhas estava extremamente irado com eles, e isso ovelhas sabia, e desceu do cume da rocha, e veio para as ovelhas, e encontrou a maioria deles, com os olhos cegados, e se desviando seu caminho.

89.34 E quando eles viram isto eles estavam com medo e tremeram diante disto e desejaram que eles pudessem retornar ao seu recinto. E aquela ovelha levou algumas outras ovelhas com ela, e foi para as ovelhas que tinham se desviado, e então começou a matá-las; e as ovelhas tinham medo disso. E aquela ovelha trouxe de volta aquelas ovelhas que tinham se desviado, e elas retornaram aos seus recintos.

89.36 E olhei ali para a visão, até que aquela ovelha se tornou homem, e edifiquei uma casa para o Senhor das ovelhas, e fiz todas as ovelhas permanecerem naquela casa.

89.37 E olhei, até que a ovelha que havia conhecido aquela ovelha que guiava a ovelha adormecesse. E olhei até que todas as grandes ovelhas foram destruídas e pequenas surgiram em seu lugar, e elas chegaram a um pasto e se aproximaram de um rio de água.

89.38 E aquelas ovelhas que os conduziram, que se haviam tornado um homem, separaram-se deles e adormeceram, e todas as ovelhas procuraram-no, e clamaram muito amargamente sobre ele.

89.39 E olhei até que eles pararam de chorar por aquela ovelha e cruzaram aquele rio de água. E levantaram-se todas as ovelhas que os levaram, no lugar das que haviam dormido; e eles lideraram.

89.40 E olhei, até que as ovelhas chegaram a um bom lugar e a uma terra agradável e gloriosa, e olhei até que as ovelhas se satisfizessem. E aquela casa estava no meio deles naquela terra verde e agradável.

89.41 E às vezes seus olhos eram abertos e às vezes cegados, até que outra ovelha se levantou, levou-os e trouxe-os de volta. E seus olhos foram abertos.

89.42 E os cães, e as raposas, e os javalis começaram a devorar aquelas ovelhas até que o Senhor das ovelhas levantou um carneiro dentre eles, que os guiou.

89.43 E aquele carneiro começou a bater nos cães, raposas e javalis, de um lado e do outro, até que todos os destruíram.

89.44 E os olhos daquela ovelha foram abertos, e viu aquele carneiro na

meio das ovelhas, como renunciou à sua glória, e começou a atacar aquelas ovelhas, e como as pisoteava e se comportava de maneira imprópria.

89.45 E o Senhor das ovelhas mandou as ovelhas para outra ovelha e levantou-a para ser um carneiro e conduzir as ovelhas no lugar das ovelhas que haviam renunciado à sua glória.

89.46 E foi até ela, e falou somente com ela, e levantou aquele carneiro, e fez dele o príncipe e líder das ovelhas. E, durante tudo isso, aqueles cães oprimiram as ovelhas.

89.47 E o primeiro carneiro perseguiu aquele segundo carneiro e aquele segundo carneiro se levantou e fugiu diante dele. E olhei até que esses cães fizeram o primeiro carneiro cair.

89.48 E aquele segundo carneiro se levantou e guiou as ovelhas pequenas, e esse carneiro gerou muitas ovelhas, e adormeceu. E uma pequena ovelha se tornou um carneiro, no lugar dela, e se tornou o príncipe e líder daquelas ovelhas.

89.49 E aquelas ovelhas cresceram e aumentaram; mas todos os cachorros, raposas e javalis ficaram com medo e fugiram dele. E aquele carneiro bateu e matou todos os animais, e aqueles animais não prevaleceram novamente entre as ovelhas, e não aproveitaram mais nada deles.

89.50 E aquela casa ficou grande e larga, e para aquelas ovelhas uma alta torre foi construída naquela casa para o Senhor das ovelhas. E aquela casa estava baixa, mas a torre estava elevada e alta. E o Senhor das ovelhas estava naquela torre e eles espalharam uma mesa cheia diante dele.

89.51 E vi aquelas ovelhas novamente, como se desviaram e andaram em muitos caminhos, e deixaram aquela casa delas; e o Senhor das ovelhas chamou algumas ovelhas, e as enviou às ovelhas, mas as ovelhas começaram a matá-las.

89.52 Mas um deles foi salvo e não foi morto; e saltou e clamou contra as ovelhas. E eles queriam matá-lo, mas o Senhor das ovelhas salvou-o das mãos das ovelhas, trouxe-o até mim e o fez ficar.

89.53 E enviou muitas outras ovelhas a essas ovelhas, para atestar e lamentar sobre elas.

89.54 E depois disso, vi quando eles deixaram a casa do Senhor das ovelhas e sua torre, eles se desviaram em tudo, e seus olhos foram cegados. E vi como o Senhor das ovelhas fazia muitas matanças entre eles, em seus pastos, até que aquelas ovelhas convidaram a matança e traíram seu lugar.

89.55 E entregou-os nas mãos dos leões e dos tigres e lobos e hienas e nas mãos das raposas e de todos os animais. E aqueles animais selvagens começaram a rasgar essas ovelhas em pedaços.

89.56 E vi como ele deixou aquela casa deles e sua torre, e entregou-os todos nas mãos dos leões, para que os rasgassem e os devorassem, e para as mãos de todos os animais.

89.57 E comecei a clamar com todo o meu poder, a chamar o Senhor das ovelhas e a representá-lo a respeito das ovelhas; que todos os animais selvagens estavam devorando-os.

89.58 Ele, porém, permaneceu imóvel, embora tenha visto, e se alegrou de que fossem devorados, engolidos e levados embora. E ele deu-os nas mãos de todos os animais por comida.

89.59 E chamou a setenta pastores e rejeitou aquelas ovelhas, para pastarem elas. E ele disse aos pastores e seus companheiros: “Cada um de vocês, de agora em diante, deve pastar as ovelhas e fazer o que eu mandar.

89.60 E eu os entregarei a vós, devidamente numerados, e direi quais deles serão destruídos e os destruirei ”. E entregou aquelas ovelhas para eles.

89.61 E chamou outro e disse-lhe: Observa e vê tudo o que estes pastores fazem contra estas ovelhas, porque elas destruirão dentre elas mais do que eu lhes ordenei.

89.62 E anote todo o excesso e destruição que os pastores provêm; quantos eles destroem ao meu comando e quantos destroem por sua própria vontade. Anote contra cada pastor, individualmente, tudo o que ele destrói.

89.63 E leu diante de mim exatamente quantos eles destroem por sua própria vontade e quantos são entregues para a destruição, para que isso possa ser um testemunho para mim contra eles. Para que eu possa conhecer todas as ações dos pastores, a fim de entregá-los para julgamento. E eu vou ver o que eles fazem, se eles cumprem o meu comando com o qual eu os ordenei ou não.

89.64 Mas eles não devem saber disso, e você não deve mostrar isso a eles, mas apenas anote contra cada indivíduo em seu tempo tudo o que os pastores destroem, e traga tudo para mim. ”

89.65 E olhei para aqueles pastores pastando em seus tempos, e eles começaram a matar e destruir mais do que lhes foi ordenado, e eles deram essas ovelhas nas mãos dos leões.

89.66 E os leões e os tigres devoraram e engoliram a maioria daquelas ovelhas, e os javalis devoraram com eles; e eles incendiaram aquela torre e demoliram aquela casa.

89.67 E fiquei extremamente triste com aquela torre porque aquela casa das ovelhas havia sido demolida; e depois disso não consegui ver se aquelas ovelhas entraram naquela casa.

89.68 E os pastores e seus companheiros entregaram as ovelhas a todos os animais para que pudessem devorá-los. Cada um deles, no seu tempo, recebeu um número exato, e para cada um deles, um após o outro, havia escrito em um livro quantos deles foram destruídos.

89.69 E cada um matou e destruiu mais do que foi prescrito e eu comecei a chorar e a gemer muito por causa daquelas ovelhas.

89.70 E da mesma forma, na visão, vi aquele que escreveu, como a cada dia,

ele escreveu cada um que foi destruído por aqueles pastores. E ele trouxe, e apresentou, todo o livro ao Senhor das ovelhas, tudo o que eles tinham feito e tudo o que cada um deles tinha feito, e tudo o que eles tinham entregue à destruição.

89.71 E o livro foi lido diante do Senhor das ovelhas, e ele pegou o livro em sua mão, leu-o, selou-o e colocou-o no chão.

89.72 E, depois disso, vi os pastores pastarem durante doze horas, e eis que três dessas ovelhas voltaram e chegaram, e vieram e começaram a edificar tudo o que havia caído daquela casa; mas os javalis os atrapalharam, de modo que não puderam.

89.73 E eles novamente começaram a construir, como antes, e levantaram aquela torre, e ela foi chamada a torre alta. E começaram novamente a colocar uma mesa diante da torre, mas todo o pão nela era imundo e não era puro.

89.74 E, além de tudo isto, os olhos dessas ovelhas eram cegados de modo que eles não podiam ver, e seus pastores da mesma forma. E entregaram mais deles à destruição, e pisaram nas ovelhas com os pés e devoraram-nas.

89.75 Mas o Senhor das ovelhas permaneceu quieto, até que todas as ovelhas se dispersaram e se misturaram com elas, e não as salvaram das mãos dos animais.

89.76 E aquele que escreveu o livro, mostrou-o, mostrou-o e leu-o na morada do Senhor das ovelhas. E ele pediu-Lhe em favor deles, e pediu-lhe, como ele mostrou-lhe todas as ações de seus pastores e testificou diante dele contra todos os pastores.

89.77 E ele pegou o livro, abaixou-o e saiu.

90.1 E olhei até o tempo em que trinta e cinco pastores haviam pastoreado as ovelhas do mesmo modo e individualmente; todos eles completaram seu tempo como os primeiros. E outros os receberam em suas mãos para pastoreá-los, a seu tempo, cada pastor em seu próprio tempo.

90.2 E depois disso, vi na visão, todas as aves do céu se aproximando: As águias, os abutres e os papagaios, e os corvos. As águias, porém, levaram todos os pássaros, e começaram a devorar aquelas ovelhas, a bicar os olhos e a devorar-lhes a carne.

90.3 E as ovelhas clamaram porque os pássaros devoraram a sua carne. E eu chorei e lamentei em meu sono por causa daquele pastor que pastoreou as ovelhas.

90.4 E olhei até que aquelas ovelhas fossem devoradas por aqueles cães, pelas águias e pelos papagaios, e não lhes deixassem nem carne nem pele, nem tendões, até que restassem apenas seus ossos. E seus ossos caíram no chão e as ovelhas se tornaram poucas.

90.5 E olhei para o tempo em que os vinte e três pastores tinham pastado e completaram, cada um no seu tempo, cinqüenta e oito vezes.

90.6 E nasceram cordeirinhos daquelas ovelhas brancas, e começaram a abrir os olhos para ver e clamar às ovelhas.

90.7 Mas as ovelhas não clamaram a elas, e não ouviram o que elas disseram a elas, mas foram extremamente surdas, e seus olhos estavam extremamente e excessivamente cegos.

90.8 E vi na visão como os corvos voaram sobre aqueles cordeiros, e tomaram um daqueles cordeiros, e despedaçaram as ovelhas e as devoraram.

90.9 E olhei até que os chifres subiram naqueles cordeiros, mas os corvos lançaram as trombetas. E olhei até que um grande chifre cresceu em uma daquelas ovelhas e seus olhos se abriram.

90.10 E olhou para eles e seus olhos foram abertos. E clamou às ovelhas, e os carneiros viram, e todos correram para ela.

90.11 E, além de tudo isto, aquelas águias, e abutres, e corvos, e pipas, ainda estavam continuamente rasgando as ovelhas em pedaços, e voando sobre eles e devorando-os. E as ovelhas ficaram em silêncio, mas os carneiros lamentaram e gritaram.

90.12 E aqueles corvos lutaram e lutaram com ele, e desejaram acabar com seu chifre, mas eles não prevaleceram contra ele.

90.13 E olhei para eles até que os pastores e as águias, e aqueles abutres e papagaios, vieram e clamaram aos corvos para que eles destruíssem o chifre daquele carneiro. E eles lutaram e lutaram com isto, e lutou com eles e clamou de forma que sua ajuda pudesse vir a isto.

90.14 E olhei até que aquele homem, que escreveu os nomes dos pastores e os fez subir à presença do Senhor das ovelhas, viesse, e ele ajudasse aquele carneiro e mostrasse tudo; sua ajuda estava caindo.

90.15 E olhei até que o Senhor das ovelhas veio a eles com raiva, todos aqueles que o viram fugiram e todos caíram na sombra à sua frente.

90.16 Todas as águias e abutres e corvos e papagaios, reuniram-se e trouxeram com eles todas as ovelhas selvagens, e todos eles se reuniram e ajudaram uns aos outros, a fim de traçar o chifre do carneiro em pedaços.

90.17 E olhei para aquele homem que escreveu o livro por ordem do Senhor, até que ele abriu o livro da destruição que aqueles últimos doze pastores haviam feito. E mostrou, diante do Senhor das ovelhas, que haviam destruído ainda mais do que aqueles antes deles.

90.18 E olhei até que o Senhor das ovelhas veio a eles e tomou o bastão de sua ira e atingiu a Terra. E a Terra estava dividida. E todos os animais e as aves do céu caíram daquelas ovelhas e afundaram-se na terra; e fechou-se sobre eles.

90.19 E olhei até que uma grande espada foi dada às ovelhas. E as ovelhas saíram contra todos os animais selvagens para matá-los. E todos os animais e pássaros do céu fugiram diante deles.

90.20 E olhei, até que um trono foi montado numa terra agradável, e o Senhor das ovelhas estava assentado sobre ele. E eles pegaram todos os livros selados e abriram os livros na frente do Senhor das ovelhas.

90.21 E o Senhor chamou aqueles homens, os sete primeiros brancos, e ordenou-lhes que trouxessem na sua frente a primeira estrela, que ia adiante daquelas estrelas cujas partes íntimas eram como cavalos, e eles os trouxeram todos na frente Dele.

90.22 E disse ao homem que escrevia à sua frente, que era um dos sete brancos, disse-lhe: Toma esses setenta pastores, aos quais eu entreguei as ovelhas, e que, por sua própria autoridade, Levou e matou mais do que eu lhes ordenei.

90.23 E eis que os vi todos atados e todos pararam diante dele.

90.24 E o julgamento foi realizado, primeiro nas estrelas, e eles foram julgados e considerados culpados, e eles foram para o lugar de condenação, e foram lançados em um lugar profundo, cheio de fogo queimando, e cheio de colunas de fogo.

90.25 E os setenta pastores foram julgados, e considerados culpados, e também foram lançados naquele abismo de fogo.

90.26 E eu vi naquele tempo, como um abismo semelhante foi aberto no meio da Terra, que estava cheio de fogo, e eles trouxeram as ovelhas cegas e todos eles foram julgados, e considerados culpados, e jogados naquele abismo de fogo e eles queimaram. E aquele abismo estava no sul daquela casa.

90.27 E vi aquelas ovelhas queimando e seus ossos queimando.

90.28 E levantei-me para olhar até que ele dobrou aquela velha casa, e eles removeram todas as colunas, e todas as vigas e ornamentos daquela casa foram dobrados com ela. E eles removeram isto e puseram isto em um lugar no sul da terra.

90.29 E olhei até que o Senhor das ovelhas trouxe uma nova casa, maior e mais alta que a primeira, e a colocou no lugar da primeira casa que havia sido dobrada. E todas as suas colunas eram novas e seus ornamentos eram novos e maiores que os do primeiro - o antigo que havia sido removido. E o Senhor das ovelhas estava no meio dela.

90.30 E vi todas as ovelhas que restaram e todos os animais da

terra, e todas as aves do céu, caindo e adorando aquelas ovelhas, e suplicando-as e obedecendo-as em todos os mandamentos.

90.31 E depois disso, aqueles três que estavam vestidos de branco e seguraram minha mão, os que me criaram a princípio. Eles, com a mão daquele carneiro também me segurando, me levanteram e me colocaram no meio daquelas ovelhas antes que o julgamento fosse realizado.

90.32 E todas as ovelhas eram brancas e sua lã era densa e pura.

90.33 E todos os que foram destruídos e dispersos, e todos os animais selvagens, e todas as aves do céu, reuniram-se naquela casa, e o Senhor das ovelhas se alegrou muito, porque todas elas eram boas, e retornaram a Sua casa.

90.34 E olhei, até que pusessem a espada que havia sido dada às ovelhas, e a trouxeram de volta a sua casa, e foi selada diante do Senhor. E todas as ovelhas foram encerradas naquela casa, mas não as segurou.

90.35 E os olhos de todos eles se abriram e viram bem, e não havia nenhum entre os que não o viam.

90.36 E vi que aquela casa era grande, larga e excepcionalmente cheia.

90.37 E eu vi como um touro branco nasceu, e seus chifres eram grandes, e todos os animais selvagens, e todas as aves do céu, estavam com medo disto, e pediram isto continuamente.

90.38 E olhei até que todas as espécies deles se transformassem e todos se tornassem touros brancos. E o primeiro deles era um boi selvagem. E aquele boi selvagem era um animal grande e tinha grandes chifres pretos na cabeça. E o Senhor das ovelhas se alegrou sobre eles e sobre todos os touros.

90.39 E eu estava dormindo no meio deles e acordei e vi tudo.

90.40 E esta é a visão que vi enquanto dormia, e acordei, abençoei o Senhor da Justiça e atribuí glória a ele.

90.41 Mas depois disso chorei amargamente e minhas lágrimas não pararam até que não pude resistir. Quando olhei, eles desceram, por causa do que vi, porque tudo acontecerá e se cumprirá, e todas as ações dos homens, em sua ordem, foram mostradas a mim.

90.42 Naquela noite, lembrei-me do meu primeiro sonho e, por causa disso, chorei e fiquei perturbado porque tinha visto aquela visão.

 

 

 




Norway

FACEBOOK

Participe de nossa rede facebook.com/osreformadoresdasaude

Novidades, e respostas das perguntas de nossos colaboradores

Comments   2

BUSCADAVERDADE

Visite o nosso canal youtube.com/buscadaverdade e se INSCREVA agora mesmo! Lá temos uma diversidade de temas interessantes sobre: Saúde, Receitas Saudáveis, Benefícios dos Alimentos, Benefícios das Vitaminas e Sais Minerais... Dê uma olhadinha, você vai gostar! E não se esqueça, dê o seu like e se INSCREVA! Clique abaixo e vá direto ao canal!


Saiba Mais

  • Image Nutrição
    Vegetarianismo e a Vitamina B12
  • Image Receita
    Como preparar a Proteína Vegetal Texturizada
  • Image Arqueologia
    Livro de Enoque é um livro profético?
  • Image Profecia
    O que ocorrerá no Armagedom?

Tags

tag